sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Bob Bahlis #3: Happy Days


Cena 2: Adriana Asti & Bob Wilson

Porto Alegre é uma cidade que só vê Teatro Global, com atores da Rede Globo. Nos tratam como ignorantes. E parte do público fica cada vez mais provinciano quando não vê os espetáculos locais, dramáticos. A comédia geralmente tem seu lugar ao sol. A importância do Porto Alegre em Cena é essa. É o momento em que podemos desenvolver nosso censo crítico.

O Theatro São Pedro recebeu, nesta última quinta-feira, a atriz Adriana Asti. A veterana diva interpretou Winnie, em peça de Bob Wilson. Será que ela é solteira?

Adriana Asti fala o texto de Beckett com muita ironia, mas em francês (com legendas). Olhar as legendas... Olhar a atriz: a labirintite bateu .Vou me matricular amanhã mesmo na Aliança Francesa. Depois de 5 minutos, optei olhar apenas para Adriana Asti. As fortes imagens do espetáculo não apagam em nenhum momento o brilho da sua atuação. Com mais de 70 anos, Asti parece uma atriz de 40 anos. Energia jovem. Ela é figura carimbada do cinema. Trabalhou com diretores emblemáticos: Pier Paolo Pasolini , Bernardo Bertolucci, entre outros. Está pra ser lançado um novo filme com Asti no elenco.

A escritora Paula Taitelbaum, a cantora Adriana Deffenti, a coordenadora do Santander Cultura Maria Bastos, a produtora executiva da Casa de Cinema de Poa Nora Goulart e a jornalista e apresentadora do Brasil na Madrugada da Rádio Gaúcha, Sara Bodowisk, falaram especialmente para o poaemcena.blogspot.com.

Bob Bahlis: Maria Bastos e Nora Goulart, qual a importância do Porto Alegre em Cena?

Maria Bastos: Toda! Hoje (quinta-feira), a capa do Segundo Caderno do Jornal O Globo, e mais umas páginas lá no meio deste jornal super centrado, que só fala do Rio de Janeiro, era sobre este espetáculo do Em Cena e de uma mostra que está rolando no Santander Cultural de Porto Alegre, com trabalhos de Bob Wilson. Fotos e tudo mais. Os cariocas devem ter babado por Porto Alegre.

Nora Goulart: Eu sempre aplaudi de pé o Porto Alegre em Cena. Acho incrível que o "Em Cena" se perpertuou dessa maneira e cada vez melhor e profissional.

*

Bob: O que achou do espetáculo?

Maria Bastos: O melhor foi ver este mito do teatro, Adriana Asti. Como tive este contato com o lado "artista plástico" do Bob Wilson, vejo que a concepção de Happy Days, mostra que Bob Wilson é um artista plástico, fazendo um belo teatro.

Paula Taitelbaum: Amei. Eu me apaixonei pelo Bob Wilson na palestra que ele deu no "Fronteiras do Pensamento". Essa era a peça que mais queria ver. Estou muito feliz!

Adriana Deffenti: Impactante o conjunto. Sofisticado e simples ao mesmo tempo. Ver Adriana Asti valeu o ano. Apesar de não ter gostado do espetáculo. Faltou mais ação nas cenas.

Nora Goulart: O texto eu já conhecia. Apesar de já ter visto outros trabalhos do Bob Wilson, fiquei magnetizada pela Adriana Asti. Gostei da montagem, do trabalho de atriz da Asti e, principalmente, a
iluminação. Maravilhosa a iluminação.

Sara Bodowisk: Emocionante. Cada frase era uma porrada. Dramaturgicamente falando, as ideias, o raciocínio dos textos, me derrubaram. Chorei. No final, a atriz teve que voltar três vezes ao palco, pois o público não parava de aplaudir.

*

Bob Bahlis: Onde levaria a Adriana Asti pra dar uma volta em Porto Alegre?

Maria Bastos: Pra conhecer o acampamento farroupilha.

Paula Taitelbaum: Pra conhecer nosso Mercado Público. Caminhar, olhar as bancas e comer a famosa bomba.

Adriana Deffenti: Hum... Não sei... Meu Deus do céu! Nossa! Hum...

Nora Goulart: Pra minha casa.

Sara Bodowisk: Pra minha casa.

*

Bob Bahlis: E qual a tua tua agenda pro Porto Alegre em Cena deste ano?

Maria Bastos: Ute Lemper (Alemanha, dia 26, no Sesi) e Cabarecht (Porto Alegre, dia 27, no São Pedro).

Paula Taitelbaum: O Idiota (Lituânia, dia 14, no São Pedro) e tantos outros.

Adriana Deffenti: Ute Lemper (Alemanhã, dia 26, no Sesi) e Maria João.

Nora Goulart: O Paulo José, que é o meu ídolo!

Sara Bodowisk: Todos os uruguaios e os argentinos.


Termino aqui, pedindo desculpas pela foto que tirei (desfocada) da Adriana e Paula e desculpas pela dislexia. Confira antes das peças do Em Cena:

ROBERT WILSON VIDEO PORTRAITS
Santander Cultural Porto Alegre , na Praça da Alfândega
De 9 de setembro a 05 de dezembro de 2010 (de terça a domingo, a partir das 9h e tarde ).
Beijos, Bob Bahlis


*Bob Balis (40 anos) é diretor de teatro e dramaturgo. Dirigiu os espetáculos "Stand Up Drama", "Dez(quase)Amores" , "Filhote de cruz credo", "Tem Quintana na Casa", "Homens", entre outros. Em novembro, estreia a comédia adulta Morgue (texto e direção). Em 2011, pretende montar a peça "O dia mais quente do ano" (texto e direção). É professor de teatro da escola Cômica Cultural.

Um comentário:

dionescamargo disse...

Gente, essa é a coisa mais absurda que eu já li aqui neste blog!

"Bob Bahlis: Onde levaria a Adriana Asti pra dar uma volta em Porto Alegre?

Maria Bastos: Pra conhecer o acampamento farroupilha."

Porto Alegre é demaaaaaaaais!!!